• Gabriel Mendonça

Os desafios de ser um estudante internacional

Conhecer pessoas de todo o mundo, aprender com professores de primeira linha, tornar-se um cidadão global – os benefícios de estudar em uma universidade americana são muitos. No entanto, é importante também reconhecer que também haverá desafios que podem impactar sua experiência. Conhecê-los de antemão, no entanto, pode ajudá-lo a navegar nessa jornada. Neste post, vou falar sobre dois desafios que os estudantes internacionais enfrentam: saudades de casa e choque cultural. Mas não se preocupe, também darei dicas de como superá-los.

A saudade de casa é o sofrimento causado por estar longe de casa, e isso é normal entre os estudantes internacionais. Lembro-me dos meus dois primeiros semestres e do quão difícil eles eram, principalmente por causa da mudança na rotina. Morei no Brasil até os dezessete anos e, durante esse período, minha rotina era a mesma: ir à escola, voltar para casa e desfrutar da família. Ir para a faculdade já mudou, passar o dia estudando e, quando voltar para casa, não ter a minha família aqui…Além de tudo isso, também me lembro dos detalhes da minha casa que eu dava por garantidos: o cheiro do meu cachorro, o café doce que apenas minha avó poderia fazer e também as visitas dos meus amigos. Sentir saudades de casa não é divertido, mas tenho um conselho para superá-lo: mantenha-se ocupado. Se você gasta seu tempo com organizações estudantis e com seus amigos, é menos provável que você tenha tempo para pensar em casa (às vezes tudo bem, mas não pense demais).

O segundo desafio comum é o choque cultural, que é como você se sente quando se muda de um lugar muito familiar para um lugar onde a comida, as pessoas, a música, as maneiras, os relacionamentos e outros aspectos são diferentes. O choque cultural não acontece assim que você se muda, pois nas primeiras semanas tudo é novo. Por exemplo, na minha primeira semana aqui, fiquei espantado com a forma como teríamos pizza todos os dias na cafeteria. Isso foi incrível, pois quando eu estava no Brasil, comia pizza apenas uma vez por mês. No entanto, na minha terceira semana, comecei a desejar o arroz da minha mãe. É incrível como, após essas primeiras semanas, você começa a se concentrar muito mais nas diferenças.

Não é fácil superar esse choque, mas tenho uma dica que me ajudou: ser um caçador de experiências. Aproveite a sua nova casa. Conheça a cidade onde mora, converse com pessoas, viaje, viva! Não desperdice seu primeiro ano de faculdade reclamando sobre como a cultura do novo local é diferente da sua. Aprenda sobre o modo de vida deles e verá que as duas culturas são mais comuns do que você imagina.

Obrigado por ler o meu blog. Espero que tenha esclarecido alguns dos desafios que os estudantes internacionais enfrentam. Além disso, não hesite em postar um comentário abaixo, se você tiver alguma dúvida =)



E você, também quer realizar o sonho de estudar no exterior? Preencha o formulário abaixo que entraremos em contato o quanto antes!

<div class="grecaptcha-noscript"> <iframe src="https://www.google.com/recaptcha/api/fallback?k=6Lf2dpsUAAAAACEfdmyB7nYTeaqt9ZNZ_bZMwSdl" frameborder="0" scrolling="no" width="310" height="430"> </iframe> <textarea name="g-recaptcha-response" rows="3" cols="40" placeholder="reCaptcha Response Here"> </textarea> </div>


#estudaremoutropaís #estudarfora #estudarnoexterior #Intercâmbio

Posts recentes

Ver tudo

Summer Job 101

Uma das melhores oportunidades que faculdades dos Estados Unidos podem oferecer aos estudantes são as longas “férias de verão” que vão de maio até agosto. Descansar, visitar a família, rever amigos, t